Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

A encruzilhada de Zema

28/02/2020 às 07:50
A encruzilhada de Zema

O Partido Novo revela-se de fato uma novidade. Primeiro porque os dois votos contrários ao projeto de aumento de servidores vieram de dois deputados da agremiação, o que era impensável em governos recentes quando os governadores mandavam em suas siglas. Aliás, sempre houve uma piada que o verdadeiro partido em nosso estado, em todos os tempos, era o PL – o Partido da Liberdade, numa alusão ao palácio de onde os chefes do executivo despachavam antes da Cidade Administrativa. 

Agora, o Novo foi ao Supremo Tribunal Federal questionar uma mudança de entendimento do nosso Tribunal de Contas que retirou os inativos da soma de todo o gasto de pessoal. Não bastasse ser chamado pelo então conselheiro de Sylo Costa “Tribunal de faz-de-conta”, nosso TCE inovou, ao dizer que o gasto com aposentados, dinheiro este que sai do mesmo cofre do Estado, não deve ser computado como despesa com pessoal. Com essa mágica – ou seria indecência? – o governo do Estado ganhou margem para descumprir a lei de responsabilidade fiscal e estourar ainda mais o déficit. 

Não bastasse o inaceitável tratamento diferenciado para Legislativo e Judiciário, que têm salários muito maiores que o grosso dos servidores, o TCE inventou a moda, o jeitinho de aumentar o rombo. Agora, se o Supremo disser não, e acredito piamente nisso, Pimentel, autor da bagunça no Estado, não será cobrado porque o tribunal aprovou suas contas. Mas, Zema estará em apuros... Afinal, como confirmar a recomposição salarial dos agentes de segurança dentro do provável novo quadro? E ele sabe, porque cedeu a pressão, que os políticos da segurança vão incendiar esse Estado. 

Não sei prever o futuro, mas, não gostaria de estar no lugar do Zema. Lembrando que pelo mesmo reajuste dos policiais, outros governadores estão irritados com ele. E, com o estrago que o coronavirus estã fazendo nas bolsas, já imaginou como ficará o tal leilão das antecipações do nióbio?  O governo de Minas faz o leilão assim mesmo ou espera?

Sou solidário porque não é fácil governar, mas não posso deixar de lembrar da famosa frase: “Quem pariu Mateus que o embale”.

Foto: Pedro Gontijo/Agência Minas

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador afirmou não guardar mágoa do Cruzeiro e disse que tem amigos no clube celeste.

    Acessar Link