Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

A alegria de volta...

28/03/2018 às 03:35

Você já ouviu aquela história de que “é muito bom pra ser verdade” ?

Pois bem. Atlético e Cruzeiro chegam a um entendimento para que os próximos clássicos, a começar no dia 19 de maio, sejam disputados no Mineirão com torcida dividida.

O Cruzeiro sempre usou a Pampulha. O Atlético vinha de uma insistência absurda desde a reabertura do estádio, em 2013, em nome de uma frase “caiu no Horto tá morto” que não funcionava mais há algum tempo. E perdeu neste ano um caminhão de dinheiro tanto em jogos contra o Cruzeiro, mas também em Copa Libertadores, Copa do Brasil e outras grandes partidas.

O Independência, que permanece inacabado desde 1950, pode e deve ser uma opção para jogo menor tanto do Cruzeiro como do Galo e a casa do América pelo tamanho menor de sua torcida.

Isto é bom senso, nada mais.

A reforma do Mineirão deixou pontos a desejar. O grande erro de redução de vagas de estacionamento precisa de um estudo melhor das duas equipes com reuniões em alto nível, chamando para a conversa a Polícia Militar, Minas Arena, BHTRANS etc.

A subida da Abrahão Caram e a chegada pela Catalão é um calvário e tudo pode ser amenizado com liberação de vagas no entorno e abertura do Centro Universitário, ideia antiga.

Por fim, um trabalho de consciência junto às lideranças de torcida e um basta na provocação de dirigentes nos espaços da mídia com ataques desnecessários.

Podemos dar ao público brasileiro uma prova de maturidade esportiva e devolver ao jogo Atlético x Cruzeiro o direito de ser o maior clássico do nosso futebol.

Agora é Mineirão com torcida dividida.

Tomara que seja verdade. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador afirmou não guardar mágoa do Cruzeiro e disse que tem amigos no clube celeste.

    Acessar Link