Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

Libertadores de 2019 promete

O campeão receberá US$ 12 milhões e o vice US$ 6 milhões, mais 25% da renda da final única, dia 23 de novembro de 2019 em Santiago, no Chile

18/12/2018 às 01:14
Libertadores de 2019 promete

Depois do fracasso da Copa Libertadores de 2018, com vários problemas de organização, de disciplina dentro e fora de campo, no lado externo dos estádios e até de atletas irregulares – passando por erros de árbitros de vídeo (VAR), que expulsou Dedé, perdoado posteriormente pelo Tribunal –, precisava a Conmebol dar uma resposta de quem é a principal interessada no sucesso do torneio.

Vem aí uma premiação melhor. E ainda pode melhorar mais, basta os principais clubes pressionarem. O campeão receberá US$ 12 milhões e o vice US$ 6 milhões, mais 25% da renda da final única, dia 23 de novembro de 2019 em Santiago, no Chile.

Se quisermos se aproximar da Champions League, um dos caminhos é esse, pagar melhor os participantes, principalmente os brasileiros, que respondem a 54% da audiência de televisão.

Aos poucos, os dirigentes vão entendendo que se não fizerem pressão a Conmebol não anda. Lembra carro alegórico, tem que empurrar. E a CBF tem feito seu papel em apoiar os nossos clubes em suas reivindicações.

Não podemos esquecer dos estádios. Os locais dos jogos precisam melhorar muito, em vários aspectos, como gramado, segurança e conforto.

Boa sorte aos mineiros na Libertadores. Primeiro o Atlético, nos duelos eliminatórios da fase preliminar, e depois o Cruzeiro nos jogos da fase de grupos.

Lógico, a Itatiaia estará lado a lado com Galo e Raposa onde tiver jogo do torneio internacional.

Foto: Divulgação/Conmebol

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link