Notícias

Ao 'Dona da Noite', Pedro Aihara diz que resgate em Brumadinho não tem prazo para terminar

Por Redação , 05/02/2019 às 09:06
atualizado em: 05/02/2019 às 11:32

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Reprodução
Reprodução

O trabalho de resgate das vítimas do crime socioambiental da Vale em Brumadinho, na Grande BH, é delicado, demanda muito tempo e não tem prazo para terminar. Quem garante é o tenente Pedro Aihara, de 25 anos, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas. Aihara concedeu entrevista especial na madrugada desta terça-feira ao radialista José Carlos Piotto, no Programa Dona da Noite, da Rádio Itatiaia. A busca por vítimas entra no 12º dia. Até agora, 134 pessoas morreram, 199 estão desaparecidas, 394 foram socorridas, três estão hospitalizadas e 105 desabrigadas. 

Ouça aqui a entrevista completa!

Aihara, que tornou-se símbolo de esperança de familiares de vítimas, falou sobre os desafios do trabalho em Brumadinho, da profissão e garantiu que as buscas pelos desaparecidos continua por tempo indeterminado. 

“A quantidade de pessoas desaparecidas é muito grande. A população mineira já sabe do compromisso que o Corpo de Bombeiros tem. Pode ter certeza que tudo que puder ser feito para conseguir trazer essas pessoas de volta e diminuir o sofrimento dessas famílias, será feito”, disse. 
 
“Não mediremos esforços e não nos furtaremos de tomar qualquer medida que for necessária para conseguir as respostas o mais rápido possível. A população mineira pode ficar tranquila, porque isso é a nossa razão de ser”, destacou.  

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link