Notícias

Brumadinho: buscas entram no 14º dia; 150 mortos e 182 pessoas desaparecidos

Por Redação , 07/02/2019 às 08:19
atualizado em: 07/02/2019 às 10:48

Texto:

Foto: Fernando Moreno /Futura Press /Estadão Conteúdo
Fernando Moreno /Futura Press /Estadão Conteúdo

As buscas pelas vítimas da barragem da Vale, em Brumadinho, na Grande BH, entram no 14º dia nesta quinta-feira. De acordo com o último balanço, apresentado na quarta-feira (6), o número de mortos subiu para 150. Destes, 134 foram identificados. Segundo o boletim da Defesa Civil de Minas Gerais, ainda há 182 desaparecidos e 103 desabrigados. Os localizados totalizam 392.

Na rodovia Alberto Flores, interditada por causa da lama desde o dia do rompimento (25 de janeiro), será construída em três semanas uma ponte, paga pela Mineradora Vale. A estrutura será definitiva e permitirá o trânsito de veículos nos dois sentidos. Segundo a Defesa Civil, a Vale arcará com transporte escolar das crianças de Casa Branca para Brumadinho. As vans escolares entre Casa Branca e Brumadinho vão sair de duas em duas horas, entre 8h e 20h.

O delegado Arlen Bahia, representante da Polícia Civil, pede que os familiares de vítimas desaparecidas vão até a Estação do Conhecimento para que material de DNA seja coletado. 

Já Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, afirma que na etapa atual de buscas as equipes precisaram fazer escavações bem profundas e que máquinas continuam sendo usadas para revolver lamas em camadas profundas e tentar achar corpos. Mais de 400 homens continuam trabalhando, sem previsão para terminar.

Uma reunião está agendada para esta quinta-feira e deve definir mudanças técnicas nos trabalhos de busca.

Leia também!

Vale ganha mais tempo para analisar medidas de reparação aos atingidos pelo desastre

Vale sabia de problemas com sensores de barragem dois dias antes de rompimento

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link