Notícias

De olho no futuro, América prepara quadrinhos para agradar torcedor mirim

Por Emerson Romano , 12/07/2020 às 13:39
atualizado em: 12/07/2020 às 14:14

Texto:

RESUMO

  • Coelho prepara uma campanha de marketing para atingir o público infanto-juvenil
  • Para isso, vai lançar em breve uma série de personagens de estórias em quadrinhos
  • Para iniciar o projeto, o marketing americano pretende publicar pequenos episódios, como acontece em tirinhas vistas nos jornais


O América prepara uma campanha de marketing para atingir o público infanto-juvenil, com o objetivo de fidelizar seus jovens torcedores e também conquistar novos admiradores. Para isso, vai lançar em breve uma série de personagens de estórias em quadrinhos, que vão retratar aventuras de uma turma de torcedores do América, a Turma do Coelho.

“A nossa ideia é atingir o publico infantil, infanto-juvenil, o público adulto vai adorar também, porque os personagens têm características com os nossos torcedores, eles representam um pouco como as pessoas se comportam hoje. Muita gente vai se identificar com os personagens e as histórias vão ser desenhadas com muito critério”, revelou Erley Lemos, diretor de marketing e negócios do América.

Para iniciar o projeto, o marketing americano pretende publicar pequenos episódios, como acontece em tirinhas vistas nos jornais.“Os personagens vão gerar outros produtos que poderão ser consumidos. Nossa ideia é rentabilizar um pouco encima do projeto, para que ele tenha sustentabilidade”, disse Erley.

O projeto da Turma do Coelho não vai se limitar a estórias em quadrinhos. A ideia é transformá-lo em animação animada, como os desenhos em série exibidos normalmente pelas emissoras de televisão.

“É uma turminha bem bacana que vai viver estórias divertidas, de aventuras, num cenário muito do universo americano, belorizontino também. A partir dessas estórias que inicialmente serão tirinhas e vão evoluir para animações, desenvolver animações, para que gerem uma aproximação maior com o torcedor e consigamos trazer outros torcedores, outros admiradores, atingir outros públicos também”, afirmou Erley Lemos.

Há mais de dois anos, o América tem implementado uma aproximação com as crianças, por meio de parcerias com escola de Belo Horizonte e região metropolitana, levando alunos para assistirem jogos do time no Independência e realizando mini jogos nos intervalos das partidas em casa, com garotos de suas escolinhas de futebol. Além da entrada dos tradicionais mascotes com os jogadores em campo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Fachin leva o caso para julgamento no plenário do Supremo. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A Anvisa também ampliou a idade máxima dos participantes da pesquisa, de 55 para 69 anos. #Itatiaia

    Acessar Link