Notícias

Em protesto contra a Vale, moradores de Brumadinho fecham acesso à mina em Casa Branca

Por Rômulo Ávila , 02/06/2020 às 09:47
atualizado em: 02/06/2020 às 13:53

Texto:

Foto: Colaborador Whatsapp
Colaborador Whatsapp

Moradores de Brumadinho, na Grande BH, fecham o acesso sul da mina da Jangada em Casa Branca desde às 5h desta terça-feira em protesto contra a mineradora Vale. Em contato com a Itatiaia, eles garantem que vão liberar o acesso somente quando tiverem resposta sobre o pagamento de 100% do auxílio emergencial para todos e o cumprimento do termo de compromisso da Vale com a Defensoria Pública.

“Estamos indignados com a criminosa Vale pela forma com que ela vem tratando a população de Brumadinho”, diz mensagem do grupo enviada à Itatiaia.

Em nota, a mineradora diz que continua aberta ao diálogo, desde que de forma respeitosa. Diz ainda que foca a atuação no atendimento às pessoas impactadas pelo rompimento da barragem.

“Com este objetivo, a Vale ampliou, no dia 13 de maio, o número de pessoas que recebem o auxílio emergencial da empresa de forma integral (um salário mínimo por adulto, ½ por adolescente e ¼ para cada criança).

Conforme a nota, o benefício foi estendido aos moradores dos bairros Tejuco, Planalto, Salgado Filho, Ponte das Almorreimas, Aurora, Varjão I, Varjão II e Regina Célia, em Brumadinho; e às comunidades de Córrego Frio, Ana Maria de Souza, Cohab I e Cohab II, Retiro do Brumado, José de Sales Barbosa e Residencial Bela Vista do município vizinho de Conceição de Itaguá.  “A decisão levou em conta a proximidade destas comunidades com o epicentro de impacto causado pelo rejeito que escoou da barragem I, bem como a proximidade com as obras de reparação”. 

A Vale ressalta ainda que já recebem o auxílio integral as pessoas que comprovadamente residiam, na data do rompimento, nas comunidades de Córrego do Feijão, Parque da Cachoeira, Alberto Flores, Cantagalo, Pires e nas margens do Córrego Ferro-Carvão, além das pessoas que participam dos programas de apoio desenvolvidos pela Vale.

 “Os demais beneficiários seguem recebendo 50% do auxílio, conforme acordo firmado na 2ª Vara da Fazenda Pública no dia 28 de novembro de 2019 pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Ministério Público Federal, Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais, Defensoria Pública Federal e Vale”, conclui o texto da mineradora enviado à Itatiaia.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Grupo encontra dificuldade em conseguir conversar com a prefeitura, para criar protocolos e obter uma data de volta às aulas. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Os suspeitos já têm passagem por uso de drogas, tráfico, lesão corporal e ameaça. #Itatiaia

    Acessar Link