Notícias

Pacientes que fazem hemodiálise estão em risco por causa do coronavírus, diz Abrasrenal

Por Redação, 30/03/2020 às 16:56
atualizado em: 30/03/2020 às 17:36

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Pillar Pedreira/Agência Senado
Pillar Pedreira/Agência Senado

Foi enviado nesta segunda-feira para o Ministério da Saúde um documento que pede atenção especial a quem faz hemodiálise no Brasil neste momento de isolamento social por causa da pandemia do novo coronavírus. 

O principal apelo da Aliança Brasileira de Apoio à Saúde Renal (Abrasrenal), representante dos pacientes que são um grupo de risco, é que sejam montados nos hospitais de campanha (instalações médicas temporárias para o combate à doença) de todo o país um serviço diferenciado para concentrar os doentes infectados pela Covid-19.

“Esses pacientes poderiam ser tratados, fazer hemodiálise nesse mesmo local e não contaminar mais ninguém. Eles precisam do isolamento diferenciado, você não pode isolá-los em casa até o vírus passar”, diz o diretor geral da entidade, Gilson Silva.

Em todo o Brasil, são 133 mil pacientes que passam pelo procedimento de hemodiálise, que demanda circulação dos pacientes de 3 a 5 vezes por semana em hospitais.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador afirmou não guardar mágoa do Cruzeiro e disse que tem amigos no clube celeste.

    Acessar Link